11 de abril de 2019

Livro: "Deuses, fantasmas e outros mitos"

Por: Jonas J. Berra

No início de 2018 descobri uma rede social do prof. Gabriel Filipe. A partir daí passei a  acompanhar suas postagens críticas contra  o charlatanismo religioso. Depois da metade do ano, fiquei sabendo que lançaria um livro sobre o pensamento mágico. Fiquei bastante interessado e fiz a reserva do mesmo. Foi com grande alegria que em fevereiro desse ano recebi um exemplar autografado. Fiquei tão feliz que resolvi escrever esse pequeno comentário sobre a experiência de ter lido o livro. 


      O livro é escrito em primeira pessoa. O autor parte de experiências muito próximas do seu e do nosso dia a dia, como o exemplo que ele fornece da chuva. Algo tão natural, mas que para muitos povos antigos seria um fenômeno sobrenatural ou mágico. Hoje, ainda há quem pense que a chuva é enviada por São Pedro. 
      Penso que o livro todo é uma nobre tentativa de nos mostrar que existe um mundo fora de nossa caixa, nossa caverna de ignorância, para usar o pensamento de Platão, citado na obra de Filipe. A maioria de nós não está habituado a confrontar as próprias cavernas e dirá que já fez isso e que já é uma pessoa bem esclarecida. Ninguém quer se colocar como um prisioneiro que acredita em sombras mentirosas e falsas. Quase todos querem se sair bem na história, como seres mais avançados. 
Autor: Gabriel Filipe
Graduado em Filosofia
Especialista em Ciência Política
Fundador da Revista Ateísta.
      É pelo motivo citado que é tão legal ler essa obra, porque diferentemente da obra de grandes filósofos, até mais importantes e reconhecidas que este autor, o livro de Filipe é acessível a um público que não está acostumado com a escrita rebuscada e precisa urgentemente repensar suas crenças e perceber quando elas estão lhe prejudicando e atrapalhando até as pessoas à sua volta. É um livro que se fosse lido e levado à sério ajudaria em muito a sociedade a sair das amarradas que impedem ela de evoluir intelectualmente e humanitariamente. 
   Quantas pessoas seguem à risca as sugestões de padres, pastores, astrólogos, cartomantes, numerologistas, homeopatas, pais de santos e até chegam a morrer por falta de travamento médico? O charlatanismo está nas religiões e cria escravos a partir de pessoas humildes e carentes, desprovidas de qualquer proteção intelectual contra suas artimanhas. Elas chegam a dar todo o dinheiro que tem a pastores, donos de fazendas, com a promessa de prosperidade. Mas, os únicos que realmente conseguem isso, são os líderes dessas máquinas de dinheiro, em que muitas Igrejas se tornaram. Tudo isso é criticado direta e indiretamente pela obra de Filipe, cuja leitura é um remédio para a ignorância dessas pessoas, ainda que eu saiba que poucas se darão ao trabalho de ler, já que a Bíblia é "o único livro verdadeiro" para elas.
Ilustração retirada de propaganda no facebook
     Filipe faz uma corajosa defesa do saber científico, nessa época obscurantista em que vivemos no Brasil, cujos ídolos não são professores, pesquisadores e intelectuais, mas o senso comum dos que pouco se importam com a verdade científica ou objetiva.
   O trabalho de Filipe traz uma fabulosa contribuição ao saber filosófico e a divulgação da ciência por meio de uma linguagem de fácil compreensão, mas não menos complexa, pois precisa de um pouco de atenção para entender seus argumentos. Mas é, sem dúvida, uma excelente leitura a ser feita, capaz de desafiar e mexer com a sensibilidade dos que continuam presos ao pensamento mágico e sobre os quais temos poucas esperanças de progresso. 


Ebook: CLIQUE AQUI

Referência:

FILIPE, Gabriel. Deuses, fantasmas e outros mitos: o pensamento mágico no jogo das lacunas.. Linhares, ES: Pense, 2018.