1 de junho de 2018

Como os desenvolvimentos da arte e da cultura podem funcionar como antídoto em relação a propagação de Fake News?

Por: Isabella Vicenzi Kratchei
(aluna do ensino médio no colégio estadual Ivo Leão em Curitiba-Pr)

Fonte: http://www.odiariodaregiao.com/arte-e-cultura/ 

          Para que possamos tratar das Fake News, afinal, o que são? Obviamente, se jogarmos esta frase em algum tradutor, obterá "notícias falsas". Mas afinal, o que é Fake News? Podemos começar pela globalização, o avanço da tecnologia que se dá até hoje, neste exato momento, por exemplo, em algum lugar do mundo está ocorrendo testes de automóveis autônomos que substituiriam os seres humanos atrás do volante, quão poderosa e acessível que é a tecnologia nos dias atuais, tão poderosa que nos permite ter acesso a todo tipo de conteúdo, inclusive aquelas que são produzidas para nos manipular. 
          Atualmente, podemos dizer que a nossa cultura é semelhante à época de Homero, onde suas histórias eram contadas em praças públicas, e aqueles que ouviam atentamente suas histórias, compartilhavam com seus entes cada verso absorvido. Semelhante pois, seguindo a obra "Ilíada" de Homero, adaptada para nossa realidade, é para a população, a vasta e inacabável internet, e nós somos aqueles que "escutam" e propagam sua mensagem. O que encontramos, na real face da sociedade é uma cultura-mercadoria, uma das formas em que o pensador Félix Guattari distinguiu o termo cultura, em que nos dias atuais, os seres humanos, produzem cultura em troca de lucro econômico, como filmes, que vieram a ser produzidos por conta de um livro escrito, no qual o autor visava o lucro, sabendo que as pessoas "comprariam" sua ideia. Podemos destacar também, manipulações políticas que se sucedem de Fake News, no qual os interessados obtém vantagens consideráveis sobre os outros, além obviamente, de obter apoio popular daqueles que propagam, sem confirmar a veracidade dos fatos, as Fake News.
           Podemos deduzir que, não só no Brasil, mas também no mundo, a propagação de Fake News nos acorrenta em um mundo de incertezas, ignorância e contradições. Um meio possível para que possa ser resolvida esta questão importante, que envolve toda a sociedade é o uso da imparcialidade através da divulgação da notícia contendo diversas faces da própria, para que o leitor possa chegar a uma conclusão sem ser guiado pela mídia, e principalmente do senso crítico, na leitura de notícias que possam conter uma visão pessoal do autor que poderia levar à conclusões precipitadas sobre certa questão e, desenvolvimento de todo e qualquer tipo de arte que temos acesso, sendo assim, as mensagens fidedignas seriam propagadas de maneira precisa e correta, sem qualquer tipo de manipulação tendenciosa. 

Nenhum comentário :