21 de abril de 2016

Brasil : entre dissensos e contrassensos

    
                                                                             Por Oséias Marques Padilha


Já afirmara o sociólogo e jornalista italiano Franco  Alberoni, num artigo publicado no Corrieri dela Sera de 9 de Janeiro de 1977, que “ a democracia é um sistema político que pressupõe dissenso. Ela requer o consenso apenas sobre um único ponto : sobre as regras da competição”.

No entanto, num regime democrático há que se admitir o dissenso, mas nunca o contrassenso. E no Plenário da Câmara dos deputados no domingo, dia 17, não foram as controvérsias em torno da admissibilidade ou não em relação ao impeachment que mais me preocuparam, mas antes, o contrassenso de homens que, em seus discursos, em nome da democracia, honraram torturadores e inimigos da liberdade.