30 de junho de 2014

Em Busca de Sentido – Viktor E. Frankl

Por: Jonas J. Berra

“Temo somente uma coisa: não ser digno do meu tormento”. Essas palavras de Dostoievsky ficaram gravadas na mente de Viktor E. Frankl e continuaram a voltar à sua consciência todas as vezes em que ele via o sofrimento e a morte das pessoas nos campos de concentração, cuja liberdade interior era um último consolo. Para Frankl, as pessoas que passaram pelos campos de concentração foram dignas dos seus tormentos porque foram capazes de provar que, apesar do sofrimento, há liberdade interior. Se existe alguma coisa que não se pode tirar do ser humano é sua liberdade interior. 

28 de junho de 2014

Filosofia: Temas e Percursos

Por: Everton Marcos Grison

Esta é uma obra voltada para o estudante do Ensino Médio Brasileiro. Nele são tratados temas clássicos da filosofia, mas também filósofos antigos, modernos e contemporâneos cujas reflexões contribuem decisivamente para o entendimento da vida atual.

A história do pensamento é nesse livro articulada com o estudo de sistemas e de contribuições individuais que, por seu relevo, conquistaram lugar perene na filosofia. Para atingir os objetivos de cada tema abordado são empregados detalhamentos, aproximações, ilustrações e concretizações que sem implicar em formulações reducionistas, permitem ao estudante apreender os conteúdos e as lógicas focalizadas.


24 de junho de 2014

"Lavoura Arcaica": verso e inverso da mesma semente



Fonte: Web
Por: Everton Marcos Grison

"Ninguém dirige aquele
que Deus extravia"
         
           Lúcifer tradução latina de Fósforo [“aquele que traz a luz”] (KURY, 1999, p. 156), foi o primeiro revolucionário no mundo religioso, pois plantou uma estaca na ordem do tempo, este demônio que a tudo mensura. Abalou o andar das coisas e salgou as feridas da onipresença e onisciência. Ele, o desgraçado, este animal selvagem e pestilento, a flor da maldade, instaurou o caos na existência ordeira e sempre a mesma da tradição divina. Por trazer a luz recebeu como troca as profundezas do inferno, para afogar-se na sua própria claridade e dúvida.
         André, nome de origem grega (Andreás), retirado do elemento andrós, que significa “homem”, “másculo”, “viril”, também possui presença marcante na bíblia. É mencionado no Novo Testamento como irmão de São Pedro[1]. Morreu crucificado em uma cruz em formato de X, chamada de “crux decussata”. Como seu irmão Pedro, não se achava digno de morrer como Cristo. É visto como aquele que possui ideias originais. André também é o antropônimo que se apresenta no livro Lavoura Arcaica de Raduan Nassar, identificando uma das figuras centrais.

22 de junho de 2014

O desastre de Chernobyl


Áreas radioativas podem precisar 
mais de 300 mil anos para serem habitáveis.
Este é um documentário que todos deveriam assistir. Trata-se da apresentação dos fatos do maior desastre nuclear que já existiu. Desde o início as pessoas foram enganadas. Receberam quantidades cavalares de radiação, enquanto o governo decidia o que fazer com elas. Veja por si mesmo:


18 de junho de 2014

La Classe Operária Van in Paradiso¹: Uma análise crítica do mundo do trabalho



Fonte: Web
Por: Edinei Marcos Grison

A história política da Itália foi determinante para que Élio Petri produzisse no cinema italiano o filme: La Classe Operaria Van in Paradiso. Não se refere a uma visão romântica do mundo do trabalho e das relações de produção capitalistas na indústria. Pelo contrário é uma clara denuncia dos movimentos de exploração e alienação da classe trabalhadora na Itália.
Vários são os elementos da realidade que proporcionaram a base para o desenvolvimento cinematográfico, a saber: a crise econômica italiana, advinda do fim da segunda guerra mundial, o avanço do partido de esquerda com orientação comunista, a greve geral de 1948, a participação de comunistas em resistências contra o fascismo e por fim, as mudanças capitalistas da década de 70 no mundo.

13 de junho de 2014

O Lado Sujo do Futebol

Pai e filho discutem durante protesto



Com muita coragem, pai tenta persuadir filho a desistir de manifestação. Será que faltou um diálogo mais constante em casa? Será tarde demais para estabelecer um diálogo, sendo que o filho já está convicto do que está fazendo? Alienação de quem se diz desalienado?
Veja abaixo:



6 de junho de 2014

Dostoiévski : um remanescente da casa dos mortos

Por: Oséias Marques Padilha

Fonte: Web
 Nascido na cidade de Moscou em 1821, na Rússia czarista, Fiódor Mikhálovitch Dostoiévski consagrou-se não só como um dos escritores mais célebres da literatura russa, mas também da literatura universal. Foi autor de inúmeras obras, como Gente Pobre (1846), Memórias do Subsolo (1864), Crime e Castigo (1866), Irmãos Karamázov (1880), entre outras, recebidas de forma muito positiva pela crítica da época.
Dostoiévski, provido de uma habilidade psicológica singular, é capaz de despertar no leitor a angústia vivida por um criminoso diante de um conflito ético, antes e depois da consumação de um homicídio (Crime e Castigo); também de conduzi-lo à mente de um paradoxalista anônimo com seus pensamentos labirínticos, a ponto de partilhar de sua irascibilidade, seu tédio, seu triunfo e sua derrocada (Memórias do Subsolo).  Quem lê Dostoiévski tem a sensação de nunca ter fechado o livro, uma vez que suas histórias, costuradas a partir de retalhos colhidos de sua própria época, nos despertam para nossa humanidade e o seu aspecto mais obscuro, o qual assombra até mesmo a alma mais piedosa, ainda que esta tenha um mosteiro como seu lar (Irmãos Karamázov).

5 de junho de 2014

A onda - filme completo




Sinopse: Rainer Wegner, professor de ensino médio, deve ensinar seus alunos sobre autocracia. Devido ao desinteresse deles, propõe um experimento que explique na prática os mecanismos do fascismo e do poder. Wegner se denomina o líder daquele grupo, escolhe o lema “força pela disciplina” e dá ao movimento o nome de A Onda. Em pouco tempo, os alunos começam a propagar o poder da unidade e ameaçar os outros. Quando o jogo fica sério, Wegner decide interrompê-lo. Mas é tarde demais, e A Onda já saiu de seu controle. Baseado em uma história real ocorrida na Califórnia em 1967.
• Palavras-chave: baseado em fatos, fascismo, suicídio.