12 de janeiro de 2012

Bizarrices da fé

Por: Jonas J. Berra

Uma série de videos fazem parte do que o título sugere.
Muitas pessoas se servem da fé como justificativa de suas ações.

Claro, qualquer um pode ser "escolhido". Quando alguém questiona a veracidade de coisas desse tipo, é considerado cético ou descrente. Abaixo está o vídeo. Depois do vídeo, um breve comentário.



Qualquer passagem bíblica é usada para explicar qualquer coisa que a pessoa fez. Frases do tipo: "Jesus me chamou para anunciar sua mensagem".  A menina, quando perguntada "quem é o pai do teu filho?" responde: "Jesus". Não tenho palavras para tal asneira. O que posso fazer é lamentar que coisas assim aconteçam. Se acontecem é porque na maioria das vezes as pessoas jogam a racionalidade no lixo e dão mais valor àqueles sentimentos, que são os instintos mais primitivos: sexo, prazer imediato, poder imediato, posses imediatas.

Segundo a delegada, trata-se de um crime em que a pessoa ilude a outra para que esta faça aquilo que a primeira pessoa mandar. Quero propor uma reflexão: mas nem sempre a pessoa que ilude tem essa intenção, não é mesmo? quantas coisas são ditas em muitas Igrejas, e fora delas, em nome de Jesus, por pessoas que falam bobagens e no final dizem: "Em nome de Jesus, Aleluia"?

Sem dúvida, das reais palavras e frases que ele disse, poucas chegaram em sua forma original. Sofremos de um mal. Trata-se de uma mediocridade em massa ou uma doença maciça, em que se valoriza a burrice para se atingir o paraíso.

Casos como esse nem deveriam ser enquadrados na Lei. Bastaria efetuar o castramento de tal indivíduo para, assim, verificarmos (com os testes científicos necessários) se o "Espírito Santo" de que tal criatura mencionou continuaria a gerar crianças milagrosamente. Seria uma descoberta fascinante, não seria?

Um comentário :

Everton Marcos Grison disse...

"É uma questão religiosa" diz o doente, pois o que ele possui é doença; PEDOFILIA com as letras grandes. "Não tenho relação sexual... nem desejo tenho..." e como tu explica duas garotas grávidas? Ele explica: "Ele ordenou e aconteceu...". O pior é fala do sem consciência do pai da menina: "Eu creio que é do poder de Deus que as meninas estão grávidas". Se isso for poder de Deus proclamo-me ateu neste momento. Na verdade isso é o que a delegada muito bem disse: "Crime de Violação sexual mediante fraude". Senhor pastor este Espiríto Santo é criminoso... Ainda bem que pessoas como José Ribamar componente do Conselho Tutelar da localidade teve consciência da situação e levou o caso as autoridades; "Fizeram uma lavagem cerebral e eles acreditaram que é obra do Espiríto Santo". Infelizmente, e é muito infelizmente, as pessoas estão tão despreparadas intelectualmente que qualquer IDIOTA que chegue e prometa vida depois da morte, salvação, vida melhor, cura e o diabo a quatro, acabam acreditando e comprando estes slogans nefastos sem um mínimo de criticidade, sem ao menos se perguntar: será que isso é verdade? Mas eu sei o porque; digo em letras garrafais; POIS PERGUNTAR-SE EM MUITOS CULTOS RELIGIOSOS É OBRA PECAMINOSA E DO DIABO. OBRA DO MAL. Fico imaginando, séculos e séculos de produção filosófica, muitas perguntas, todas feitas pelo diabo... É no mínimo risível a opinião do pai da menina... Este vídeo é só mais um dentre os milhares, de casos de relação entre o culto religioso, seja da designação que for, e o apelo a ignorância... Disso deriva duas coisas; a vulgarização do culto religioso que é contra isso e a proliferação dos que pensam da mesma maneira. Continuarei como filósofo, diabólico, e com plena consciência... Para acabar isso, cito um filósofo alemão: "Prefiro ser um demônio diante da verdade do que um anjo diante da mentira" (Ludwing Feuerbach)