24 de fevereiro de 2011

Os Quatro Cavaleiros do Ateísmo - O Debate

Por Jonas J. berra:

Estou sugerindo um Video interessante que é encontrado no Youtube, em http://www.youtube.com/watch?v=0xO8mTLEnik. Acredito que seja de grande valor para uma melhor compreensão  do debate entre as perspectivas ateísta e teísta. Coloco abaixo do video a sua descrição, na integra, como está no youtube!




DESCRIÇÃO: Richard Dawkins, Daniel Dennett, Sam Harris e Christopher Hitchens - Juntos sem moderação, os quatro gigantes do Ateísmo e do Pensamento Livre conversam sobre Ciências, Deus, Religião etc.
Gravado em 30 de setembro de 2007
Todos os quatro autores têm recebido recentemente uma grande quantidade de atenção da mídia para seus escritos contra a religião - algumas positivas e outras negativas. Nessa conversa eles contam histórias sobre a reação do público aos seus livros, os sucessos inesperados, críticas e deturpações comuns. Eles discutem as perguntas difíceis sobre a religião que enfrentam o mundo hoje, e propõem novas estratégias para o futuro.

O vídeo está completo {quase duas horas} e todo legendado
Créditos pela tradução para o português feita por: Dimas Luz

Titulo original: Discussions with Richard Dawkins, Episode 1: The Four Horsemen - 2008
{Subtitle english}

Links para download, baixar vídeo e legenda
vídeo
legenda
Mais opções e informações

Critica: Marcelo Esteves

Assitir os quatro cavaleiros do ateísmo em um bate-papo (quase) informal é um privilégio para poucos. Neste vídeo, Richard Dawkins, Christopher Hitchens, Sam Harris e Daniel Dennett conversam sobre ateísmo, religião, militância, crítica e sobre o papel que eles próprios desempenham neste início de século.
O bate-papo aconteceu em 30 de setembro de 2007, seis anos após a destruição das torres gêmeas do World Trade Center, episódio decisivo para a entrada em cena do quarteto, marco inaugural do que passou a ser conhecido como neoateísmo.
A afinidade entre eles é obvia, mas é curioso notar, também, as diferentes visões e posturas em relação aos temas discutidos. Dawkins e seu antiteísmo militante; Hitchens e sua análise política cortante; Harris e sua proposta de uma espritualidade ateísta e Dennet, com seu temperamento conciliador.
O vídeo é relativamente longo, praticamente duas horas de duração. Mas se o leitor deseja conhecer os ícones do ateísmo moderno para além de suas obras, assistí-lo é indispensável.

Alguns Livros:
Deus, um Delírio - Richard Dawkins
Carta A Uma Nação Cristã - Sam Harris
Deus não é Grande - Christopher Hitchens
Quebrando o Encanto: A Religião Como Fenômeno Natural - Daniel Dennett

Produzido pela Fundação Richard Dawkins para a Ciência e a Razão (RDFRS) filmado por Josh Timonen. O DVD original, sem legenda, está disponível para compra no site http://RichardDawkins.net

Categoria:


9 de fevereiro de 2011

Tempo pra uma vida rara.

                                       

Ainda bem que a gente tem tempo.


 Já parou pra pensar que uma mosca vive apenas 48 horas? Aliás, voce sabia dessa informacao?


Sim, a mesma mosca que ás vezes nos atormenta, a qual a gente tem por nojenta, asquerosa e tudo que há de mal e perdicao nesse mundo…Ela, coitada, tem apenas dois dias para se desenvolver e colocar seus ovinhos no mundo, que depois seguirao a mesma rotina. A curta rotina.

Dois dias…

É, ainda bem que a gente tem tempo pra errar, e melhor ainda, pra concertar .

Ainda bem que a gente tem tempo. Tempo pra tudo: pra mudar, pra evoluir, pra aprender.

Ainda bem que, por um milagre divino, também nos é concedido tempo pra sair, lentamente, da nossa caverna, da nossa minoridade.

Já pensou o quanto de tempo que a gente precisa pra se libertar da ignorancia? Pra se tocar?

Me vem na cabeca agora a música do Lenine: “Será que é tempo que te falta pra perceber, será que temos esse tempo pra perder…? E quem quer saber? A vida é tao rara…tao rara…”

Ahhh…

Ainda bem que até tempo pra perder nos é dado.

De tempo ao tempo, nos é dito sempre.

Ainda bem que temos tempo.

 Pra desdeperdicar com quedas, pra desperdicar com seja lá o que for.

Ainda bem que temos tempo pra aprender. Pra sentir remorso do que passou e dizer: nunca mais vou agir do mesmo modo.

Ainda bem que temos tempo pra jogar a futilidade na descarga, se bem que haja tempo pra isso…

Ainda bem que temos tempo pra evoluir, e no sentido literal, levamos milhoes e milhoes de anos pra isso…

 Mas sem darwinismo, ainda bem que temos tempo pra pra cheirar o ano que voou e pensar: “puxa, como eu mudei…”. Pra lembrar: “nossa, como naquela época eu pensava diferente, sentia diferente e olha só agora: como eu sou outra pessoa!!!”

Ainda bem que temos tempo pra criar, pra pensar, pra inventar.

Pra ter novas idéias. Pra fazer revolucao… AINDA BEM QUE TEMOS TEMPO PRA FAZER REVOLUCAO!!!!!!!!!

Pra cortar cabecas de reis, pra nascerem Mandelas e Che Guevaras…

Ihhh meu Deus…em pensar que Mandela passou trinta anos na prisao…trinta anos!!!!!!! Trinta anos pagando por ter lutado contra o Apartheid.

Ainda bem que temos tempo pra mudar o mundo… já pensou que coisa mais triste nao seria nao poder mudar o mundo…?

Sim, nós temos tempo pra isso… Gracas a Deus!!!

“Será que é tempo que te falta pra perceber…será que temos esse tempo pra perder…?”





“E quem quer saber? A vida é tao rara…tao rara…“



Uma mosca, coitada, nem tempo tem pra furar a sua bolha de ignorancia e ver que tá tudo errado…

“A vida é tao rara…tao rara”…